Introdução

O exercício da medicina leva, de forma incontornável, ao contacto com situações de diagnóstico tardio, quando a acção médica curativa não é, naquele momento, possível. Esses casos tornam-se mais chocantes quando acontecem em pessoas jovens e a impotência dos médicos mais frustrante quando existiam sintomas e meios de diagnosticar e tratar a doença muito tempo antes. Não falo apenas de cancro.

O principal objectivo deste blog decorre dessas vivências e dessa preocupação – promover a procura de orientação médica atempada. O seu foco é o doente, na população geral, junto de quem se pretende divulgar entidades médico-cirúrgicas que, pela sua natureza, tendem a não ser discutidas ou diagnosticadas e, por isso, tardiamente ou insuficientemente tratadas.

Os casos clínicos ilustrados respeitarão sempre a privacidade dos doentes nos quais se inspiraram, sofrendo os dados biográficos alterações por forma a não coincidirem com os dados reais.